segunda-feira, 30 de julho de 2012

RE!!!!



A ordem é colocar Re na frente de todos os verbos: reviver, reaproveitar, recolocar, reutilizar, recompor, restaurar... separe o lixo seco que pode virar arte!!! e divirta-se!!

Outras dicas para lembrar no dia a dia:

- Não jogue lixo nas ruas. Sabe por que? Porque este lixo entope os bueiros, poluí os rios e tudo isto pode causar os famosos alagamentos.

- Descarte as pilhas e baterias em locais apropriados de coleta, JAMAIS no lixo comum. Em São Chico (RS), tem um posto de coleta no Rissul Supermercado.

- Recicle o óleo que foi usado para cozinhas enviando-o para locais próprios de coleta. Em São Chico, a Arca Verde coleta o óleo para fazer sabão.


sexta-feira, 27 de julho de 2012

Bazar do acervo Nini Haas, em Gramado


A tarde foi em Gramado para conferir o bazar do acervo Nini Haas, estilista gramadense que tem uma marca de roupas confortáveis, detalhes surpreendentes e lindíssimas! A modelagem lembra um abraço. Até amanhã! É a sua oportunidade de conferir este belo trabalho e prestigiar nossos talentos.

Coleções verão e inverno com até 70% de desconto.

Dias 26, 27 e 28 de julho, das 12h às 19h.

No Josephina Restaurante (pertinho da Igreja Matriz)
R. Pedro Benetti, 22
Gramado

Mais estilo por menos!!

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Coisas só pensadas não são coisas vividas

Continuo no meu desafio de transformar o não usado em algo novo. Nada fácil, mas também nada impossível. Além de propor o desafio ao que é material, apliquei o mesmo aos pensamentos e atitudes. Desde pequena tenho o hábito de escrever diários. Acredito que isto seja uma terapia. Posso acompanhar fases, ver meus progressos e regressões. Tem dado certo. Alguns queimei. Outros perdi e muitos ainda estão comigo. Estava relendo o meu diário de 2002, quando eu morava na Suíça, vendo meu primeiro casamento desmanchar, esperando a volta para o Brasil. Relendo tudo aquilo hoje sei que foi o melhor e perfeito, tudo que aconteceu. Todas as dores, as constatações, os desencontros. Tudo engrenado e encaminhando para o hoje. Dez anos depois tá tudo melhor! Estou uma pessoa bem melhor!

Amigos de bons tempos
Creio que muitas vezes as palavras não explicam tudo que se passa, porque a vida é muito mais que isto. É um sentir! Acredito muito nas pessoas. Que todas são reais e verdadeiras. Não existe o certo e o errado. Não existe o bem ou o mal. E não existe a frase "não é assim". O mundo é feito de coisas que acontecem, mas nem sempre com o rótulo de quem observa. Então quem maltrata um animal pode não estar sentindo isto, mas o que ele faz é sentido, é real. É um sentimento que se propaga de alguma maneira. Se for negativo atraí mais coisas negativas para quem faz. Se fosse positivo atrairia mais coisas positivas.

As pessoas entendem o que fazem, mas não falam sobre o que fazem e o que sentem. Não se abrem, não compartilham, não dividem. E assim criam seus castelos de altas torres intransponíveis. Ninguém chega naquele coração. Temos medo de nos magoar e magoar os outros, medo de se expor, de se entregar, de se arrepender, de errar, de acertar, de gostar, de não gostar.

Tá na hora de ser, de libertar este coração tão medroso de tudo. Não interessa quem você seja, mas que você se recicle sempre. Não somente as roupas, móveis e outas coisas materiais, mas principalmente o seu sentir, agir e reagir!!!

sábado, 21 de julho de 2012

BAGUNÇA

Não estranhem!!! O blog tá uma bagunça! Importei as postagens do blog da Associação Chico Viale e tudo entrou com data de 2012!!! bela bagunça para eu arrumar!!! Mas se divirtam...

postagem de 21 de julho de 2007

A correria na assessoria de imprensa do Festival de Cinema de Gramado não está me permitindo atualizar o blog como desejo, mas sempre que der um tempinho, cá estou. Iniciamos nosso trabalho às 9h e vamos até 23h, meia-noite. Isto sem contar as festas, que estou descartando. Uma boa noite de sono é essencial para quem precisa escrever. Eu e a Dai Evangelista estamos abastecendo o site do Festival. Cerca de 10 notas por dia. Fora os atendimentos à jornalistas, sessões de debates, coletivas e filmes que temos de assistir. Correria pura! Mas se aprende muito e trabalhar sempre é bom!!! Além disto se vê o trabalho dos outros.
Quando "Valsa para Bruno Stein" estreiar nos cinemas corram para assistir. O filme de Paulo Nascimento, baseado no romance homônimo do escritor gaúcho Charles Kiefer, tem linguagem e ritmo europeu. As cenas não cansam, fazer refletir a cada instante, provocam. Fora a atuação fantástica do núcleo da olaria e o talento sem tamanho de Walmor Chagas. As pessoas deveriam imitá-lo. Talento e trabalho. Isto é que marca a vida deste homem!
Saí do cinema impressionada. O filme retrata momentos onde precisamos tomar decisões importantes, daquelas que irão mudar tudo, mas tudo mesmo. E que, apesar do medo, valem a pena.
Valsa para Bruno Stein nos faz ter vontade de dançar... no nosso prórpio compasso! Não percam!

Rasgação

Corre a rasgar. Faz bem à alma e enfeitiça os dedos. Corre a colar. Faz bem à alma e aos dedos. Tudo pode fazer bem, se o coração não for pequenino.
Não fui ao shopping. Não fiz compras. Reformei roupas antigas e brinquei com estampas do tempo da minha vó.
onde estás que não te enxergo? estou escondido atrás de tantas convenções. perdido na pressa do dia-a-dia. nem sei mais se existo... alguém poderia apagar a luz para voltarmos a exergar com o coração

RÁDIO POP ROCK GRANDE PARCEIRA DA ASSOCIAÇÃO CHICO VIALE!




A Rádio Pop Rock está sempre presente na campanha de doação de lãs para confecção de enxovais das voluntárias da Associação Chico Viale! E você? Quer ajudar?










































FESTAS REALIZADAS DURANTE ESSE ANO

Atividades feitas, pela Associação Chico Viale, no Hospital Presidente Vargas, em porto Alegre.









































"A energia daquele que está à serviço de uma comunidade, de um grupo é poderosa como aquela que ilumina uma cidade, um país..."

Terminou a Copa para nós

Os preços da televisão LCD vão despencar........

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Juntando os Viale

Pesquisar é saber mais sobre algum assunto. E o meu assunto é juntar os "Viale". Quando o blog da Associação Chico Viale foi criado, a ideia era se concentrar no assunto sangue, mas com o passar do tempo percebi que sangue se faz com pessoas, com sentimentos. Então as postagens não poderiam ser meramente técnicas, mas ter histórias reais. E assim o blog foi reformulado. Só que agora a vida tá mais corrida e tenho dois blogs para atualizar, o Universo Viale e o da Associação Chico Viale. Dois blogs com histórias reais e sentimentos.

Para agilizar e não ficar ausente das postagens pensei em uma FUSÃO DOS VIALE. O Universo Viale abrigando a Associação Chico Viale. O que você acha?

quarta-feira, 18 de julho de 2012

No inverno também se doa sangue


No inverno precisamos reforçar nossa vontade de sermos solidários e não parar de doar sangue. Os obstáculos aumentam, como preguiça de sair no frio, gripes e resfriados, mas se estivermos em boas condições de saúde podemos continuar doando sangue e salvando vidas!!! Seja herói da solidariedade!!

Lucio Yanel manda notícias!

"Ainda moro em Caxias, a serra está cheia de natureza no entorno das cidades, é o que me trouxe. Comecei a tocar violão de repente, não sei se poderia ter tocado outro instrumento, se fosse, tocaria piano. No meu violão toco de tudo, não tenho limites em matéria de gostar a música, posso ter limitações tecnicas para a execução de algumas coisas, e bueno, ai não toco e parto para outra. Meus shows são simples no que se refere à estrutura de palco, não utilizo aquela parafernalia de luz e efeitos que são utilizados normalmente em shows.






Meu show se nutre unicamente do som do meu violão e da profundidade poética. Tenho apresentações no Brasil e na Argentina. Toco milonga. A milonga é um estilo de música que vem do frio porque ele, o frio, é intimista, e a milonga é o que transmite diretamente o que a tua alma está sentindo no mais intimo. Se eu morasse num lugar quente, tocaria toda a música que o ambiente propoem.






Eu, filho de trabalhadores, familia humilde, vivi sempre enxergando e sentindo as agruras das desigualdades, sendo assim, jamais deixarei de cantá-las, é uma maneira suave, porém concreta de mostrar às pessoas que me ouvem, que a vida não feita apenas de caminhos floridos, não se tratade ser pesimista ou "pra baixo", se trata, no meu caso pelo menos, de cantar enviando sempre um alerta! Muita gente canta pelo social, em todo o mundo sempre existirá um cantador das coisas que tenham que ver com a cara dos menos favorecidos. 


Quando se canta, há que cantar opinando ! Abração para vc e seu marido e obrigado por gostar da minha arte. Até....."


P.S: o Universo Viale quer trazer Lucio Yanel à São Chico... muito em breve!

sábado, 14 de julho de 2012

Comemoração

Hoje, 14 de julho, a Associação Chico Viale comemora cinco anos de sua oficialização. Tudo começou de maneira prática, em janeiro de 2007, levando doadores ao HEMORGS. Meses depois uma assembléia no Teatro Elisabeth Roosenfeldt, no Centro de Cultura de Gramado (hoje Câmara de Vereadores) oficializou a criação da entidade. De lá para cá muitos pedidos de snague, muita gente ajudada, outras que partiram, mas a vontade de ser solidário aumentando.

Vida longa aos doadores de sangue e que venham mais cinco anos!!

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Gramado de Bicicleta: Gramado andando de bicicleta

Eu que adoro uma mudancinha tô vibrando com o projeto incentivado pela amiga e jornalista Tela Tomazeli . O "Gramado de Bicicleta"é algo simples: tirar a poeira da bicicleta e usa-la em todas as estações, para todos os deslocamentos. Dá uma chegadinha no blog do projeto e inspire-se!!!

Gramado de Bicicleta: Gramado andando de bicicleta: Atenção a calçada é para o pedestre, devemos andar pela mesma via de rolamento dos carros, sempre pelo lado direito. Aten...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Mãe, eu quero chanel!!!!

Eu sou adepta do cabelo curto. Acho mais prático e feminino. Mas não levanto bandeira. Cada um com o seu cabelo. Esta semana fui surpreendida com a Maria Rita me pedindo para cortar o cabelo. Perguntei se ela queria cortar a franja e ela disse que sim. "E o cabelo também!", acrescentou a pirralha. "Cortar o cabelo Maria Rita?", perguntei surpresa, já que a guria queria um cabelão de Rapunzel. "Mãe, agora eu sou a princesa de Nánia (Nárnia)!!!!".


E a guria ficou feliz da vida!! Foi sensação na escolinha e passa horas se admirando no espelho!! É tão fácil ser feliz!! Semana do novo aqui em casa!! Ô coisa boa!!

segunda-feira, 9 de julho de 2012

O olhar diferente sobre a cômoda conhecida


O que era cru virou cor. Amarelo e vermelho para esquentar a alma neste inverno. Colagens para me exibir e para chamar atenção. Quando a gente chama atenção de alguém, a gente estimula que o outro pare para ver algo que ele não estava acostumado. A gente desvia o olhar acostumado e cansado com o já conhecido. Num primeiro momento pode não dar em nada, mas com os passar do tempo muita coisa pode acontecer. O primeiro olhar foi a brecha. E pelas brechas o novo entra.


Quando bater o medo de fazer algo diferente lembre das brechas. Lembre que tudo é possível, apesar de não parecer. Lembre que não existe o tédio, mas o olhar cansado, acomodado. E que basta olhar para o ladinho para fazer o novo acontecer.


Uma dica para exercitar o novo: neste sábado desloque-se até o brechó da ONG Amigos de Rua, em São Chico, na parte da manhã (das 9h ao meio-dia). Fica ali na Praça Podalyrio Alves. Ao lado da Pastelaria Água na Boca tem a Feira do Produtor e ao lado as escadas. Desça as escadas e vire para o lado esquerdo. Exerça o seu olhar diferente! São roupas que podem transformar o seu guarda-roupa, que podem ser presenteadas. Fora os objetos de decoração, sapatos, livros e revistas. Sabe quanto está uma revista lá? Menos de dois reais!!! Faça algo diferente e veja o que acontece no decorrer do dia!!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Amarelo sol iluminando o desafio




Desafios sempre me fizeram bem. Compartilhar com outras pessoas ainda mais. Sou daqueles que me motivo quando mais pessoas estão juntas. Na oficina do João tinha várias tintas, mas o amarelo falou mais alto e passei a tarde pintando. As partes que ainda estão em branco serão vermelhas (adoro vermelho! deve ser porque sou filha de Iansã!!). Estamos indo!!!

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Nestas duas tardes em que estou pintando tenho pensado, refletido muito. Sobre coisas tão simples, que estamos atropelando diariamente, como a gentileza. Não precisamos amar todo mundo, mas somente sermos gentis. Não precisamos pensar como os outros, mas apenas respeitar. Não precisamos concordar em tudo com os outros, mas podemos ser educados. Não concordo com alguns posicionamentos, mas sei que as pessoas que as tomam têm suas razões e as respeito. Fico na minha. Somente isto. Para que esbravejar aos quatro cantos "que não gosto de ti porque não posso te dominar?". Na minha opinião quem quer que todo mundo pense igual é autoritário desde a raiz do cabelo até a ponta do dedão. Vamos ao vermelho!!!!

segunda-feira, 2 de julho de 2012

começando os trabalhos

já começei os trabalhos. eu tenho em casa um móvel feito pelo João, que vai guardar o material da Associação Chico Viale. Fiquei pensando em comprar umas caixas para guardar tudo, mas me deparei com ele e imaginei algo bem vibrante.


 Forrei todo o espaço, e me botei a pintar com uma base para depois passar a tinta.



Já estou com ele preparado para a tinta. Como não quero gastar vou ver o que tem de tinta na oficina de marcenaria do João. A ideia é aproveitar e ser original. Nas portas (frente) irei fazer aplicação de colagens feitas por mim e na parte interna vou passar cera, para ficar impermeabilizado e protegido. Vamos indo!!!

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx



Ontem levei Maria Rita para assistir A Era do Gelo 4, em Gramado. Primeira vez no cinema. Ela tava com o coraçãozinho na boca. O filme mostra como "os continentes se separaram" e porque temos a formação atual. Bem movimentado, muita ação, piratas e um enredo interessante sobre amizade e laços afetivos. Eu achei que a Maria Rita fosse se comover com a história dos bichos refugiados pelo cataclisma, mas o que mais chamou a atenção dela foi o trailer dos Simpsons, onde um menino matava borboletas com uma espécie de martelo. Aquilo deixou ela muito abalada e ela chorou quando chegou em casa. Adoro a sensibilidade das crianças!! Ela disse que aquilo não era legal e que o menino não podia fazer. Por que não prestar mais atenção nas crianças e no que elas têm para nos dizer? Matar borboletas ainda é crime!!!! E que bom podermos ter a oportunidade de resgatar estes valores.